• JundiaíSaúde

    Menina Fernandinha vai passar por transplante de medula

    Ela está se tratando junto com a terapia Car-T Cell

  • A luta da menina Fernanda Manzutti, a Fernandinha, de 12 anos, contra a Leucemia Linfóide Aguda continua. Agora ela será sujeita a um transplante de medula em um hospital de São Paulo. O tio dela, de 27 anos, será o doador.

    A menina de Jundiaí voltou ao Brasil após viajar para a Espanha para o tratamento Car-T Cell contra a doença, segundo a mãe dela, Melissa Manzutti. A terapia CAR T-Cell consiste em habilitar linfócitos T, células de defesa do corpo. Elas são injetadas depois que são modificadas para rastrear e matar as células tumorais.

    Fernandinha luta contra o câncer agressivo há quase dois anos. Em maio, a família deu início a uma campanha para arrecadar cerca de R$ 8 milhões para custear a terapia, que não é aplicada no Brasil e inicialmente seria realizada nos Estados Unidos.

    “Ela foi internada no Hospital 9 de Julho e vai fazer o transplante. O doador será o meu irmão, que é 18 anos mais novo que eu. O médico decidiu que ele seria melhor opção. Meu irmão vai ter que fazer uma série de exames para fazer o processo de coleta da medula”, disse a mãe em um vídeo.

    Segundo a família, Fernanda quando foi para a Espanha tinha 87% da medula comprometida com as células do câncer após o corpo não ter respondido a nenhum tipo de tratamento no Brasil.

    “O Car-T Cell cumpriu o papel dele e [a doença] entrou em remissão. A Fernanda de quase 87% de doença na medula conseguiu cair para 0,03%. Vitória muito grande”, comemorou a mãe. Ainda segundo a mãe, provavelmente Fernanda fique internada de 40 a 50 dias, no mínimo.

    LEIA TAMBÉM

    Menina Fernandinha conclui tratamento contra câncer e volta ao Brasil

    Etiquetas
    Mostrar mais

    Artigos relacionados

    Deixe uma resposta

    Botão Voltar ao topo
    Don`t copy text!
    Fechar
    Fale conosco