• Direitos HumanosJundiaíPolícia

    Guarda Municipal de Jundiaí prende acusado de agressão a esposa

    A filha do casal quem fez a denúncia contra a violência doméstica ao homem

  • O isolamento social tem sido necessário para evitar a disseminação do coronavírus. Só que ele tem gerado problemas também. Além do lado psicológico, onde as pessoas começam a sofrer com os medos e a depressão, também há o risco de violências domésticas nos lares, principalmente entre os casais. E um caso de agressão ocorreu nessa sexta em Jundiaí.

    Um senhor de 69 anos deu socos contra a sua esposa de 67 anos dentro de casa. Inconformada com a situação, a filha de 20 anos ligou imediatamente para o 153, que é o telefone de emergências do Centro de Operações Táticas da Guarda Municipal da cidade.

    A equipe foi até a residência e constatou o crime, onde a vítima apareceu com ferimentos no rosto e ela tinha medida protetiva. Não é a primeira vez que ela sofreu violência doméstica do marido. O homem foi encaminhado à Delegacia da Mulher de Jundiaí e após os depoimentos da mulher e da filha, foi decretada a prisão ao agressor.

    A Guarda Municipal conta com o Programa Patrulha Guardiã Maria da Penha, que visa dar a proteção às mulheres contra qualquer tipo de violência. E em tempos de isolamento social, a GMJ segue fazendo o monitoramento, já que neste momento, as agressões vem sendo recorrentes. Ao todo são 125 mulheres de Jundiaí que contam com medidas protetivas.

    A operação foi realizada pelos guardas Felipe Daniel, Santanna e José e o subinspetor da Guarda Municipal Corrêa que atenderam a ocorrência. E teve a supervisão do inspetor Cássio Nicola.

    Denúncias de violência contra a mulher devem ser feitas imediatamente
    https://www.campolimpopaulista.sp.gov.br/site/
    Mostrar mais

    Artigos relacionados

    Deixe uma resposta

    Botão Voltar ao topo
    Don`t copy text!
    Fechar
    Fale conosco