• JundiaíSaúde

    Saiba como se prevenir e se tratar da hepatite

    Doença é silenciosa e em Jundiaí inúmeros serviços garantem um acompanhamento especial

  • A hepatite é uma doença que surge de maneira silenciosa e por isso a população deve fazer exames de rotina para descobrir se está ou não com ela. No Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais, celebrado nesta quarta-feira (28), Jundiaí reforça os cuidados e disponibiliza os tratamentos de forma gratuita.

    A Prefeitura informa que atualmente 128 pessoas passam por um tratamento medicamentoso para hepatite B ou C. Na cidade, o acompanhamento dos pacientes com hepatites B e C é realizado no Ambulatório de Moléstias Infecciosas (AMI). O local é referência e atende moradores do município e da região. Atualmente, 128 pacientes estão em tratamento medicamentoso para hepatite B ou C.

    De acordo com a administração, o tratamento da hepatite C é realizado com medicamentos por três a seis meses, podendo alcançar a cura virológica. Nos casos de hepatite B, nem todos os pacientes necessitam de medicação, mas todos precisam ser acompanhados, ou seja, precisam de seguimento clínico. Nestes casos, quando a medicação é indicada, o tratamento não tem tempo determinado e pode ser necessário por muitos anos.

    Como obter o diagnóstico?

    A UGPS ressalta que o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) oferta testes para HIV, sífilis e hepatites virais – tanto testes rápidos quanto testes sorológicos convencionais. Os testes são gratuitos e podem ser feitos de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h30, sem necessidade de agendamento ou encaminhamento médico. O serviço fica na rua Conde de Monsanto, 480, Vianelo. O telefone para contato é (11) 4527-3770.

    Em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) também há enfermeiros treinados para realização de testes rápidos e aconselhamento. Quando o usuário realiza um teste positivo ou reagente, os enfermeiros, além de orientar, fazem o encaminhamento do paciente ao AMI para realização de testes complementares e avaliação clínica para seguimentos e necessidade de tratamento medicamentoso.

    LEIA TAMBÉM

    Defesa Civil alerta para a vinda da frente fria

    https://www.instagram.com/prefeituradecampolimpopaulista/
    Etiquetas
    Mostrar mais

    Artigos relacionados

    Deixe uma resposta

    Botão Voltar ao topo
    Don`t copy text!
    Fechar
    Fale conosco