• PolíticaSaúde

    A Covid-19 infecta ministros e o filho de Bolsonaro

    Deputado Eduardo Bolsonaro e ministros da AGU e da Agricultura testaram positivo

  • A Covid-19 tem sido implacável com o governo federal. Nesta sexta-feira (24), o deputado federal, Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, a ministra da agricultura, Tereza Cristina e o ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco confirmaram que contraíram a doença.

    Eduardo Bolsonaro confirmou a informação pelas redes sociais. Ele estava na comitiva do governo que foi a Nova York no início da semana. Por isso, terá de cumprir o isolamento domiciliar. O estado de saúde é bom.

    Créditos: Reprodução/Redes sociais

    Já a ministra Tereza Cristina também comunicou que foi diagnosticada com a Covid-19. Contudo ela não estava com a comitiva que viajou à Nova York, para a Assembleia Geral da ONU. Cristina tem 67 anos de idade e afirmou nas redes sociais que está se sentindo bem.

    “Bom dia! Informo a todos que testei positivo para Covid-19. Estou bem. Cancelei meus compromissos presenciais e permanecerei em isolamento durante o período de orientação médica”, publicou a ministra em uma rede social.

    Outro ministro que contraiu a Covid-19 foi o da Advocacia-Geral da União (AGU), Bruno Bianco. A assessoria de imprensa confirmou a informação, mas diz que ele não tem sintomas. A agenda dele foi cancelada e vai cumprir o isolamento. Ele também não esteve com a comitiva que foi à Nova York, mas compareceu na quinta-feira (23) à cerimônia de recondução de Augusto Aras como procurador-geral da União, que aconteceu no Palácio do Planalto.

    Bianco utilizou máscara durante a cerimônia e sentou-se ao lado do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, que estava ao lado de Aras. Bianco e Aras apertaram as mãos ao final da solenidade.

    Comitiva aos Estados Unidos

    Queiroga testou positivo na terça-feira (21) e ficou em Nova York, de quarentena no hotel. Os outros membros da comitiva testaram negativo e voltaram para o Brasil.

    A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou que as autoridades da comitiva, incluindo o presidente Jair Bolsonaro, permanecessem isoladas em casa nos próximos, já que podem desenvolver a doença em razão do contato com Queiroga.

    Eduardo Bolsonaro foi o primeiro dos que voltaram a testar positivo. Ainda de acordo com a Anvisa, os demais integrantes da comitiva devem fazer testes no fim de semana.

    LEIA TAMBÉM

    Marcelo Queiroga contrai a Covid-19 e toda comitiva terá de cumprir quarentena

    https://www.campolimpopaulista.sp.gov.br/site/
    Etiquetas
    Mostrar mais

    Artigos relacionados

    Deixe uma resposta

    Botão Voltar ao topo
    Don`t copy text!
    Fechar
    Fale conosco