• Saúde

    Gestantes que se vacinaram com a AstraZeneca podem tomar a segunda dose da Pfizer

    A autorização já tinha sido concedida no Rio e agora vale para São Paulo

  • O Governo de São Paulo liberou nesta quarta-feira (21) a imunização contra a Covid-19 da segunda dose da Pfizer para as gestantes e puérperas que foram vacinadas com a primeira dose da AstraZeneca. A nova medida será válida já nesta sexta-feira (23).

    Antes disso, o estado havia determinado que as cidades seguissem a orientação do Ministério da Saúde. Nela, a determinação era que grávidas e puérperas completassem o esquema vacinal 45 dias após o parto.

    A coordenadora do programa estadual de imunização, Regiane de Paula, explica que mais de 9 mil grávidas do estado tomaram AstraZeneca. Elas devem procurar os postos de vacinação na data marcada de sua segunda dose para receber a dose da Pfizer.

    Antes de São Paulo, a Prefeitura do Rio de Janeiro foi a primeira capital brasileira a adotar a combinação de imunizantes para completar o esquema vacinal das grávidas e puérperas que tomaram a vacina da AstraZeneca na primeira dose.

    A AstraZeneca foi suspensa para gestantes em maio, após recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na ocasião, o motivo era por conta de uma “reação adversa”. Desde então, a orientação é de que as gestantes e puérperas recebam CoronaVac ou Pfizer na primeira dose.

    LEIA TAMBÉM

    Vacinação da AstraZeneca em gestantes dever ser suspensa

    https://www.campolimpopaulista.sp.gov.br/site/
    Etiquetas
    Mostrar mais

    Artigos relacionados

    Deixe uma resposta

    Botão Voltar ao topo
    Don`t copy text!
    Fechar
    Fale conosco