• Meio AmbientePolícia

    VÍDEO – Aves em cativeiro rendem multa de quase R$ 500 mil

    Foram 34 pássaros encontrados no imóvel e sem as condições ideais

  • Saiu muito caro a manutenção de aves em cativeiro em uma casa de Itanhaém. A Polícia Militar Ambiental foi acionada para fazer a apreensão dos animais e o dono foi multado em R$ 496.400,00. Além disso, os pássaros foram resgatados e passarão por avaliação.

    A corporação explica que uma equipe atendeu uma ocorrência sobre animais em cativeiro e venda de aves silvestres. Os policiais chegaram no local da denúncia e o morador ao avistar a viatura entrou a residência e fechou a porta. Ele tentou evitar a abordagem, mas sem sucesso porque foi detido.

    Além do dono da casa, uma outra pessoa foi vista indivíduo jogando gaiolas com aves no terreno no fundo da residência. Foi uma tentativa de escapar do flagrante. Os dois foram abordados e na residência haviam 34 aves e 33 gaiolas. As espécies encontradas foram coleirinho papa capim (14), coleirinhos baiano (2), coleirinhos laranjeira (2), trinca ferro (3), pintassilgo (2), bico de pimenta (2), tico tico (2), um saira de lenço, um pássaro preto, um canário da terra, um pixoxó, um tiziu e um pintassilgo venezuelano.

    De acordo com a Polícia Ambiental, as aves estavam em gaiolas contendo água imprópria, suja de fezes com mofo, alguns com alimentação imprópria e outros sem alimentação. Todos estavam aglomerados caracterizando assim sinais de maus tratos. Além disso, gaiolas foram jogadas para poderem esconder as aves.

    Perguntado sobre as aves, alegou que possuías há bastante tempo, mas que não tinha autorização do órgão ambiental competente para mantê-las em cativeiro. O homem se justificou dizendo que não comercializa, mas sim gosta de pássaros e os tinha para domesticação. Já o outro informou que se assustou com a presença da equipe e ajudou seu pai a jogar as gaiolas no mato nos fundos da casa.

    Por conta desta ocorrência foram aplicadas multas que já totalizaram R$ 496.400,00. Todas as aves serão destinadas ao Instituto Animalia, para passar por avaliação.

    Veja o vídeo:

    LEIA TAMBÉM

    Máscaras da Prefeitura de Ilha Comprida são vendidas ilegalmente

    Etiquetas
    Mostrar mais

    Artigos relacionados

    Deixe uma resposta

    Botão Voltar ao topo
    error: Site protegido !
    Fechar
    Fale conosco